Os segredos para o sucesso da marca pessoal

Opiniões expressas por Empreendedor os contribuintes são deles.

Você já se perguntou por que existem marcas que sempre parecem chamar sua atenção e outras que nunca parecem sair do mundo invisível, desconhecido e não confiável?

Com a evolução do mundo digital, existem muitas marcas pessoais que podem chamar nossa atenção, mas nem todos sabem os segredos de quais marcas pessoais você conhece e quais não conhece. Aqueles que dominam a arte da marca pessoal, como Oprah Winfrey, Bill Gates, Steve Jobs e Marie Forleo, sabem uma coisa ou duas sobre expandir sua exposição e impacto social. Mas é realmente tão simples quanto receber um empurrão da imprensa e ser visto?

Posicionar-se online em 2022 pode ser difícil. No entanto, como uma marca pessoal em um mundo que precisa de conexão humana e autenticidade mais do que nunca, você tem espaço para jogar e um mundo desconectado para explorar. Então, como você se torna uma das marcas que as pessoas conhecem e amam e não fica enterrada entre as massas?

Continue lendo para descobrir cinco maneiras de se destacar do resto da multidão e criar seguidores entusiasmados.

Relacionado: 5 passos para construir uma marca pessoal forte

5 maneiras de construir sua marca pessoal e influência em 2022

Você se conecta com as marcas por causa de quem elas são e como elas se apresentam. Eles capturam sua atenção e se conectam com você em um nível emocional. Antes que você perceba, eles se imprimem em sua mente como uma marca confiável e fonte de referência.

Como marca pessoal, você pode humanizar seu negócio, conectar-se com seu público e se tornar acessível, confiável e memorável. Veja como fazer isso corretamente:

1. Tenha total clareza

Certifique-se de definir quem você é como marca para poder compartilhar sua mensagem e história de forma clara e autêntica. Uma compreensão mais profunda do mercado ajudará você a se posicionar, encontrando a “lacuna” e preenchendo-a com sua oferta exclusiva.

Combine isso com a consciência psicológica de seu cliente ou cliente e você poderá aplicá-lo à sua estrutura de mensagens e estratégia de marketing. Quando você conhece os desejos, as dores, a linguagem e os locais de seu público-alvo, fica fácil se conectar com eles.

2. Ser humano é sua vantagem

Você quer ser acessível e confiável, especialmente se seu público for da geração do milênio ou mais jovem. Às vezes, isso significa que sua marca nem sempre está focada em conquistas gloriosas. Uma situação difícil que lhe ensinou uma lição, um desafio profissional que você enfrentou, tudo contribui para criar aquele sentimento pessoal que todos procuram. Lembre-se, as pessoas são seres irracionais. Eles geralmente escolhem uma marca em detrimento de outra não por razões objetivas, como preço e participação de mercado, mas por razões subjetivas: gostam de você, se identificam com você e se veem em você.

Construir uma conexão emocional e humana com seu público é crucial, mas lembre-se de demonstrar o que o torna humano e não se esquive das imperfeições.

Relacionado: Como construir uma marca melhor com design centrado no ser humano

3. Use sua história

Um dos benefícios de ser uma marca pessoal é que você pode aproveitar ao máximo a ferramenta mais poderosa: o storytelling. Histórias relacionáveis ​​despertam nosso interesse como humanos por meio de conexão emocional e ressonância pessoal. Estes tornaram-se ferramentas inestimáveis ​​para as marcas hoje.

Lembre-se: você tem uma marca pessoal e uma história para contar, mas não é sobre você. Você precisa entender as dores e problemas do seu público e evitar compartilhar continuamente sua jornada sem conectá-la à deles.

4. Não subestime a consistência

Sem consistência, seu público esquecerá que você existe e os algoritmos não estarão do seu lado (portanto, a probabilidade de seu conteúdo chegar ao seu público será baixa). Considere o SEO e os algoritmos da plataforma em que você está postando, pois isso determina se você é visto ou não. Vale a pena fazer sua devida diligência para entender suas regras. Apresente-se regularmente em todas as plataformas e mantenha-se consistente com sua marca e seus valores.

Seja responsável implementando uma estratégia de conteúdo e um sistema de planejamento e considere terceirizar a criação de conteúdo.

5. Use sua rede

Você quer que seus clientes venham até você em vez de correr para encontrá-los? Sua rede é seu maior patrimônio para ajudá-lo a aumentar sua visibilidade.

Poucos milhões de dólares ou negócios de 6 dígitos vão desde a venda para amigos e familiares. Uma das melhores maneiras de ser visto, conhecido, confiável e amado é explorar outros públicos onde seu cliente ideal já está relaxando e se conectando.

Você pode blogar em plataformas estabelecidas, falar em podcasts e interagir em eventos, tanto online quanto offline. Isso não apenas lhe dá exposição, mas você também ganhará os procurados logotipos “em destaque” que garantem sua posição como especialista em seu campo. Você pode reservar um tempo para fazer isso sozinho ou se juntar a uma agência de relações públicas que já tenha essas conexões.

O segredo? É preciso trabalho: tempo, dinheiro ou ambos. Aplique qualquer uma ou todas essas dicas hoje e, quando estiver pronto para levá-la ao próximo nível, faça parceria com outras pessoas que dominaram o processo com sistemas e estruturas comprovados, para que você possa obter exposição e o reconhecimento de que precisa e deseja.

Relacionado: Por que a marca pessoal é uma arma secreta

Leave a Reply

Your email address will not be published.